Alguém que não se vai

Há aquelas pessoas que chegam a nossas vidas, sentam-se, pedem uma xícara de café e lá ficam; batendo papo nas tardes tediosas, nos fazendo companhia, contando segredos, piadas, compartilhando gostos literários e musicais.

Os sorrisos chegam espontaneamente, são marcantes, daqueles que ficam na memória. Assim como o cheiro daquele perfume inesquecível.

Há os toques; de carinho, conforto, são um remédio para a alma, acalmam o coração, afastam as tristezas, tiram os espinhos que as rosas deixaram.

E assim os dias permanecem, com essa pessoa marcando presença cotidianamente, até… A partida…
Partida essa que dói, torna-se inaceitável. A pessoa nunca se vai, não realmente. Podem ter ido os cheiros, as risadas, os toques… Mas a essência permanece, com uma parte de nós, que só talvez, nunca se partirá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s