Um sentimento chamado talvez

Talvez, hoje eu passe por você com a cabeça baixa e nem te cumprimente; talvez eu não sorria para você, quando me abraçar; talvez eu não retribua o gesto, nem todas as pessoas são abertas a afetividades, e talvez eu seja uma delas.

Não sou anti social ou algo parecido, ok, talvez eu seja, enfim, não importa. Talvez me ache antipática ou simplesmente triste, só não espere que sentarei na grama verde de sua casa e fale porque me sinto assim, nem que você me ofereça uma xícara de chocolate quente e bolo de chocolate, mas talvez, isso me faça sorrir ao menos um pouco.

Talvez eu não queira falar de mim, é que não tenho muito pra contar, minha vida é igual e ao mesmo tempo diferente de muitos.

Ou talvez porque tenham levado partes de mim, me modificado e eu simplesmente seja assim, calada e triste; ou talvez eu seja feliz de uma maneira diferente da sua, mesmo que não acha ser possível.

Talvez eu só esteja cansada; talvez eu só precise que desvie o assunto de mim; talvez eu precise simplesmente relaxar e apreciar sua companhia; talvez eu espero que me mostre lugares diferentes, me conte uma história, me ensine algo.

Talvez meu desejo seja que me tire da monotonia, do cansaço, da tristeza, e de qualquer coisa que ache que eu tenha para dedicar seu tempo a mim, mesmo que sejam 2 minutos.

Não serei um desperdício de tempo; mas também não serei especial, apenas alguém que precise de outro alguém, como você talvez possa precisar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s